Nasa e SpaceX fecham acordo para construção espacial na órbita da Lua

A Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) confirmou, na terça-feira 9, a assinatura de um acordo com a SpaceX, do bilionário Elon Musk, para a construção de dois módulos iniciais do projeto Gateway, que irá lançar uma estação espacial na órbita da Lua e será vital para as missões do programa Artemis e o próximo pouso lunar. De acordo com informações da Nasa, a ideia é que o acordo proporcione a construção do Módulo de Energia e Propulsão (PPE, na sigla em inglês) da nave que levará os astronautas e o chamado Halo, o posto de habitação e logística da missão. O PPE é um propulsor movido a luz solar que será responsável por fornecer energia ao módulo, comunicações em alta velocidade, controle de altitude, além de toda a movimentação para diferentes pontos da órbita lunar para que novas localidades do satélite natural da Terra sejam acessadas. Já o Halo será um posto pressurizado onde os astronautas trabalharão, além de fornecer espaço e recursos para as atividades diárias. Com cerca de um sexto do tamanho da Estação Espacial Internacional (ISS), a Gateway funcionará como um “posto de passagem” para que os integrantes da Missão Artemis realizem as idas e vindas da Lua a bordo da espaçonave Orion. Ambos devem ser lançados ao espaço até maio de 2024 pelo foguete Falcon. O lançamento ocorrerá no Centro Espacial Kennedy, localizado na Flórida (EUA), a um custo total de US$ 331,8 bilhões.

Leia também: “Os extraterrestres estão chegando”, artigo de Dagomir Marquezi publicado na Edição 40 da Revista Oeste

Com informações do IG