Erundina acusa colegas do Psol de ‘fisiologismo’ e ‘barganha’

luiza erundina x fisiologismo e barganha de colegas do psol
Luiza Erundina: críticas públicas a colegas do Psol | Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

A candidata do Psol à presidência da Câmara dos Deputados, Luiza Erundina (SP), criticou abertamente colegas de partido. De forma genérica e sem mencionar nomes, ela foi ao Twitter nesta sexta-feira, 22, para acusar integrantes da legenda de praticarem “fisiologismo” e “barganha” em meio à disputa para a eleição da mesa diretora da Casa legislativa.

Leia mais: “PSL vai contra Bivar e confirma apoio a Arthur Lira”

“É lamentável que o Psol negocie suas convicções e compromissos políticos históricos ao aderir ao fisiologismo e à barganha por cargos na mesa da Câmara”, acusou Erundina, de 86 anos, sem listar quais socialistas estariam seguindo por esse caminho no Congresso Nacional. “Essa é uma prática dos partidos de direita com a qual eu não compactuo”, continuou a deputado federal que já foi prefeita de São Paulo e, em 2020, foi candidata a vice na chapa encabeçada por Guilherme Boulos.

Deputada pelo Psol do Rio Grande do Sul e que não alcançou nem 5% dos votos válidos ao tentar se tornar prefeita de Porto Alegre no ano passado, Fernanda Melchionna fez questão de expor o racha da bancada da sigla na Câmara. “Muito feio que a senhora ataque quem não acha a tática correta lançar candidato nesse cenário da eleição”, afirmou Melchionna ao responder Erundina. Na discussão virtual, a parlamentar gaúcha sinalizou ser da ala que defendia apoio do partido à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) a presidente da Câmara. Em 2016, Rossi votou a favor da abertura do processo de impeachment da petista Dilma Rousseff.

Briga entre socialistas

A candidatura de Luiza Erundina à presidência da Câmara dos Deputados encontra resistência interna. O nome dela na disputa teve de ser aprovada pela executiva nacional da legenda, após empate sobre a posição na disputa. Cinco dos dez deputados federais deram “sim” à candidatura própria. A outra metade, no entanto, defendia a adesão ao bloco liderado por Baleia Rossi, conforme noticiou Oeste.