Educação – Livre e Obrigatória – Murray Rothbard


Este ARTIGO foi publicado originalmente neste SITE

Por qual razão tantas pessoas estão insatisfeitas com o sistema de ensino atual? Por que gerações de reformadores fracassaram em melhorar o sistema educacional, e ainda fizeram com que ele se degenerasse cada vez mais em direção a um nível de mediocridade cada vez pior? Nesta monografia acadêmica e radical, Rothbard identifica os pontos cruciais do sistema educacional que o condenaram ao fracasso: em cada um de seus níveis, do financiamento ao comparecimento, o sistema se baseia na compulsão e não no consentimento voluntário. E isso acarreta em algumas consequências. O currículo é politizado para refletir as prioridades ideológicas do regime no poder. Ocorre um contínuo rebaixamento dos padrões para se adaptarem ao menor denominador comum. Não se permite que as crianças mais inteligentes desenvolvam seus potenciais, as necessidades especiais de determinadas crianças são negligenciadas, e os alunos médios são reduzidos a engrenagens anônimas de uma máquina. Conforme Kevin Ryan, da Universidade de Boston, indica na introdução, se a reforma educacional algum dia conseguir provocar mudanças fundamentais, ela terá que começar com um repensar completo do ensino público como o que Rothbard nos oferece aqui.

Sobre o autor

Murray Newton Rothbard nasceu em Nova Iorque em 1926, três anos antes da Grande Depressão. Foi um economista cujas idéias tiveram um papel fundamental no desenvolvimento do movimento libertário moderno. Foi o idealizador do que hoje se conhece como anarco-capitalismo sendo um grande crítico de intervenções internacionais, sejam elas militares, políticas ou econômicas. Em 1982, ajudou a fundar o Instituto Ludwig von Mises, para promover suas idéias políticas e econômicas. Morreu em 1995, deixando dezenas de livros e ensaios publicados.

O post Educação – Livre e Obrigatória – Murray Rothbard apareceu primeiro em Livros Conservadores.