1984 chegou. O que fazer agora?

George Orwell, pseudônimo de Eric Arthur Blair (1903-1950), escreveu seu famoso romance “1984” ao fim da Segunda Guerra. Trata-se da história de um governo autoritário que não só tudo supervisiona, mas que também é capaz de alterar a verdade para fazer com que os cidadãos se sintam à vontade em uma ditadura. O enredo parecia … Mais…

Pela lógica da CUT, demissões na CUT deveriam incluir socialização da CUT

A CUT (Central Única dos Trabalhadores) iniciou na última terça-feira (14) um Programa de Demissão Incentivada (PDI) para demitir quase 60% dos seus 178 “trabalhadores”. Em resposta, aqueles que são responsáveis por fazer greves ameaçam fazer uma greve, acabando com as greves nas profissões realmente úteis que “representam”. De acordo com o estatuto da CUT, a entidade … Mais…

A controvérsia das fórmulas infantis

Por Guy M. Hicks [*] INTRODUÇÃO A controvérsia em curso sobre a promoção e vendas de fórmulas infantis no Terceiro Mundo passa a uma nova fase neste mês, enquanto a Assembléia Mundial da Saúde se reúne em Genebra para considerar a adoção de um código que promova a comercialização de substitutos do leite materno. O … Mais…

Doenças extintas reaparecem na Europa, e a “Jihad Fecal”

Aqui apresentamos links para 4 artigos externos. O primeiro artigo é intitulado Alemanha: Disseminação de Doenças Infecciosas à Medida que Migrantes se Instalam, escrito por Soeren Kern, do Gatestone Institute. Nele, relata-se o reaparecimento de doenças extintas, trazidas pelos refugiados muçulmanos. Os outros três tratam da “Jihad Fecal”, na qual muçulmanos contaminam com fezes a … Mais…

Doria aprova mais impostos sobre Netflix e Spotify e defende que “igrejas paguem também”

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), declarou nesta quinta-feira (16) que “as igrejas podem e devem pagar impostos também”. A declaração foi feita após Doria sancionar, na última quarta-feira (15), a Lei 16.575/17, que instituiu mudanças na cobrança de Imposto Sobre Serviços (ISS), o que incluiu a cobrança de taxas a serviços de streaming, … Mais…

Vereadores aprovam multa de R$ 2 mil para quem “cantar” mulheres

Em mais um projeto “altamente relevante” para a sociedade, a Câmara Municipal de Fortaleza, no Ceará, aprovou na última terça-feira (14) o Projeto de Lei Ordinária n° 148/2017, o qual prevê multas de até R$ 2 mil para quem “cantar” mulheres na cidade – homens não estão inclusos no projeto. Pelo texto, ficam vetados “comentários abusivos, insinuações ou sons … Mais…