BNDES oferece crédito para instalação de placas solares

O Programa Fundo Clima, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), passará a oferecer crédito para pessoas físicas investirem na instalação de sistemas de aquecimento solar e sistemas de cogeração.

Os recursos poderão ser contratados em operações indiretas somente por meio de bancos públicos.

“Trata-se de mais uma ação do BNDES para incentivar o cidadão brasileiro a investir em sustentabilidade e economia de energia”, diz a nota divulgada pelo banco.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

Segundo o BNDES, as regras do Fundo Clima alcançam 80% dos itens financiáveis nesse tipo de instalação, que inclui placas fotovoltaicas, aerogeradores, geradores a biogás e demais equipamentos necessários. Cada cliente pode tomar no máximo R$ 30 milhões a cada 12 meses.

O BNDES explica que sistemas de geração de energia solar permitem aos consumidores reduzirem gastos com a conta de luz, já que eles passam a gerar a própria energia, diminuindo a dependência da concessionária.

STF decide sobre voto impresso nas eleições

Nesta quarta (06) o Supremo Tribunal Federal (STF) decidirá se aceita ou não uma ação direta de inconstitucionalidade apresentada por Raquel Dodge, Procuradora-Geral da República, para revogar a implantação do voto impresso nas eleições de 2018. A norma aprovada em 2015 pelo Congresso prevê que, ““no processo de votação eletrônica, a urna imprimirá o registro de cada voto, que será depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado”. A PGR alega que a medida será um “retrocesso para o processo eleitoral” por apresentar perigo de fraudes, prejudicar a rapidez do processo e ameaçar o sigilo do voto. A relatoria do caso está com o ministro Gilmar Mendes, e a decisão será do Plenário do STF.

Bolsonaro tenta adiar julgamento no STF para depois das eleições

O pré-candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, tentar adiar seu julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) para depois das eleições de outubro.

Ele é réu em duas ações penais por ter dito para a deputada Maria do Rosário (PT-RS), em 2014, que ela não merecia ser estuprada por ser feia.

Com a instrução dos processos já na fase final, ele indicou como testemunhas dois aliados que utilizaram suas prerrogativas parlamentares para informar que só podem depor em agosto.

Como após essas oitivas ainda terá de ser marcado o interrogatório de Bolsonaro e haverá prazo para as alegações finais, dificilmente o caso irá à pauta antes do pleito.

Há um recurso nas mãos do relator, ministro Luiz Fux, para que as testemunhas sejam dispensadas, o que aceleraria o processo. O magistrado pode decidir sozinho ou levar a questão à Primeira Turma da Corte.

Com informações de O Globo

Israel acusa Argentina de ceder ao ódio após amistoso ser cancelado

O chanceler israelense, Avigdor Lieberman, acusou a Argentina de ter cedido aos que “pregam o ódio contra Israel” ao cancelar o amistoso de futebol previsto para acontecer em Jerusalém entre as seleções dos dois países.

Avigdor Lieberman escreveu no Twitter:

É lamentável que a elite do futebol argentino não tenha resistido às pressões dos que pregam o ódio contra Israel e que tem como único objetivo violar o direito fundamental de nos defendermos e destruir Israel.

A embaixada de Israel em Buenos Aires anunciou na terça-feira (5) a “suspensão” da partida pelas “ameaças e provocações” contra Lionel Messi, “que logicamente resultaram na solidariedade de seus colegas”.

O jogo, previsto para sábado em Jerusalém, seria o último da preparação da Argentina para a Copa do Mundo da Rússia-2018. O país estreia no Mundial em 16 de junho contra a Islândia.

Com informações de Correio Braziliense

EUA defende liberdade de expressão de seu embaixador na Alemanha

O governo dos Estados Unidos defendeu nesta terça-feira (5) a liberdade de expressão de seu embaixador na Alemanha.

O embaixador norte-americano Richard Grenell, no cargo desde 8 de maio, revelou que entrou em contato com muitos conservadores, em toda a Europa, que lhe comunicaram sua sensação de ressurgimento deste movimento político.

‘Absolutamente quero apoiar os outros conservadores em toda a Europa’, disse Grenell em entrevista.

Um membro do governo alemão de Angela Merkel acusou Grenell de interferir nos assuntos internos da Alemanha e dirigentes de esquerda pediram a expulsão do diplomata norte-americano.

A porta-voz do departamento americano de Estado, Heather Nauert, ao ser consultada sobre as declarações de Grenell, afirmou>

Os embaixadores tem o direito de expressar sua opinião. Acredito que o embaixador Grenell apenas assinalou que há partidos e candidatos que estão bem na Europa neste momento, nada mais.

Com informações de Isto É

Mais um jornal da Venezuela alvo da ditadura Maduro

Homem forte do chavismo, Diosdado Cabello ganhou processo contra um dos maiores jornais da Venezuela. A publicação El Nacional deve pagar indenização de um bilhão de bolívares, equivalente a 12.500 dólares.

Diosdado Cabello, vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), ganhou um processo contra o principal jornal de linha opositora no país, o El Nacional.

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

A indenização estipulada na sentença é de 1 bilhão de bolívares, o que equivale a US$ 12.500,00 na cotação oficial de hoje, e US$ 600,00 nas taxas do mercado negro.

Se não pagar, o veículo de comunicação pode ser expropriado e passar a pertencer a Cabello, como frisou o presidente da Comissão de Poder Público da Assembleia Constituinte, Pedro Carreño.

“Durante o julgamento foi apresentado um pedido para o caso de a direção rejeitar fazer o pagamento. Então Diosdado seria o novo dono [do El Nacional]”, declarou Carreño em entrevista após anúncio da vitória de Cabello.

O Estadão falou mais sobre o caso:

Em 2015, Cabello, número 2 do partido governista PSUV, processou o jornal El Nacional por “difamação e injúria”, após a reprodução de uma reportagem do jornal espanhol ABC que o vinculava ao narcotráfico. O líder chavista também apresentou queixas contra o ABC na Espanha e contra o Wall Street Journal nos EUA – mas ambas foram rejeitadas.

Um ano atrás, Cabello disse que, se ganhasse a demanda, entregaria o jornal aos funcionários, o que a direção do jornal também considerou uma ameaça de expropriação. “O Nacional será dos trabalhadores para que se fale a verdade”, disse Cabello.

Partidos políticos assinam compromisso contra ‘fake news’

De um total de 35 partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 10 já assinaram um termo de compromisso para evitar a disseminação das famosas ‘fake news’.

Segundo informações do portal BR18, o TSE estendeu o prazo para que outras legendas possam aderir porque não havia informado que o termo seria assinado na terça-feira (5).

O ministro Luiz Fux, presidente da corte, afirmou que o documento é simbólico e não prevê sanções, mas pode fomentar a colaboração dos partidos na identificação e denúncia de notícias falsas.

Democratas, PC do B, PSDB, PDT, PRB, PSC, PSD, PSL, PSOL e Rede já assinaram o termo.

Com informações de BR18

75 mortos e quase 200 desaparecidos em erupção na Guatemala

Autoridades da Guatemala aumentam para 75 o número de mortos e divulgam primeira estimativa de pessoas desaparecidas.

Subiu para 75 o número de mortes causadas pela violenta erupção do Vulcão de Fogo na Guatemala, ocorrida no último fim de semana. As informações foram concedidas por autoridades guatemaltecas nesta terça-feira (05).

Pela primeira vez, foi divulgado o número de pessoas desaparecidas: ao menos 192.

Tremores de terra, novos deslocamentos de lava e fluxo piroclástico nas redondezas do vulcão forçaram a retirada de socorristas também na terça-feira.

O secretário-executivo da Coordenadora Nacional para a Gestão de Desastres (Conred), Sergio García, esclareceu que o número de desaparecidos poderia ser reduzido, já que muitos dos corpos ainda não foram identificados.

De acordo com informações do BOL:

A lava e as cinzas soterraram comunidades inteiras nos departamentos de Escuintla, Chimaltenango e Sacatepéquez, onde está localizado o Vulcão de Fogo.

Moradores da região dos desastres testemunharam que muitos dos seus vizinhos aparentemente não conseguiram sair a tempo e que temem o pior.